José Carlos Fernández

1 Estátua de Buda. Pixabay

Comentário ao Capítulo V do Dhammapada

Embora tenham passados séculos, e ainda milênios, não existe leitura mais atual que a dos clássicos, especialmente se falarmos dos Lotus que perfumaram toda a humanidade e ainda iluminam a alma com os seus ensinamentos como fontes de esperança. Tal é a voz de Buda, o seu rugido de leão fazendo ouvir a Boa Lei.

1 Adi Shankara, comentarista dos Upanishads. Domínio Público recortada

Conceitos Filosóficos dos Upanishads

Os Upanishads com os seus hinos, diálogos, poemas e explicações são o corpus de filosofia mais formidável e, ao mesmo tempo, mais antigo que chegou até nós quase intacto.

1 Lotus. Pixabay

O Kaushitaki Upanishad e a Viagem da Alma ao Coração do Real

“Dou a volta completa dos Deuses. Dou a volta completa do Sol”

1 Ilustração de uma edição síria do Panchatantra. Domínio Público

As Maravilhas Filosóficas do Panchatantra

Se há um livro que tem sido constante na educação de príncipes e nobres é o Panchatantra Hindu.

1 Adi Shankara, comentarista dos Upanishads. Domínio Público recortada

Conceitos Filosóficos dos Upanishads

Os Upanishads com os seus hinos, diálogos, poemas e explicações são o corpus de filosofia mais formidável e, ao mesmo tempo, mais antigo que chegou até nós quase intacto.

2 Yogasutra de Patanjali. Wikimedia Commons

Uma interpretação psicoespiritual dos Deuses Védicos

Afirmámos algumas vezes que os Vedas, a “Bíblia mais antiga da Humanidade”, é uma fonte inesgotável de poesia, filosofia e misticismo. Cada um dos seus mantras é uma jóia de significados iridescentes, agrupando-se, apenas no Rig Veda, em 1028 Hinos que são, também, em grande parte a base dos seus cantos (Sama Veda) e rituais (Yajur Veda).

1 Noite nos campos floridos do Parque Nacional das Sempre Vivas. Creative Commons

As cinco Leis Cósmicas ou inevitabilidades do Budismo

A inevitabilidade das estações e sementes, e a inevitabilidade de ações e dhammas; e a inevitabilidade dos pensamentos deve ser conhecida como as cinco inevitabilidades.

4 Buda do Templo Todaiji, Nara, Japão. Creative Commons

Sutta Pitaka: soluções espirituais que ainda estão vigentes

Este é um dos tesouros, um dos ensinamentos de Buda no Discurso sobre a «Raiz-Sequência» (Mula Pariyaya Sutta) que aparece como o primeiro dos chamados Discursos Médios (Majjhima Nikaya), dentro do Sutta Pitaka, esta última, obra que compendia todos os discursos de Buda, de acordo com a versão do budismo Theravada do Sri Lanka.

1 Inspiração. Pixabay

Beethoven e os Upanishads

É conhecido o interesse de Beethoven, nos seus últimos anos de vida, pelos Upanishads, pelo Bhagavad Gita, e pela filosofia da Índia, em geral.

3 Os exércitos Pandava e Kaurava se enfrentam. Public Domain

A Filosofia da Índia e os oito tipos de riquezas

Quanto mais reflectimos sobre os ensinamentos filosóficos da Índia, mais nos apercebemos do seu alcance. Os clássicos, sejam do Egipto, Grécia e Roma, Índia, China, Japão, etc, etc, são sempre de grande actualidade, e não poucos se apropriam subrepticiamente das suas vestes douradas.